oi =}

"Não cobiço nem disputo os teus olhos, não estou sequer à espera que me deixes ver através dos teus olhos, nem sei tão pouco se quero ver o que vêem e do modo como vêem os teus olhos. Nada do que possas ver me levará a ver e a pensar contigo se eu não for capaz de aprender a ver pelos meus olhos e a pensar comigo.
"
(Iniciação - Ademar Santos)

6 de agosto de 2009

Serei Designer. Pergunte-me como.

Não sei. Não tenho a mínima idéia.

Ando meio que refletindo sobre meu futuro. To no 6° semestre e to vendo que falta pouco, muito pouco pra que eu me forme. Isso me deixa com ar de "Meu Deus! O que é que eu sei dessa coisa? O que eu vou fazer da vida? Será que eu vou conseguir sobreviver?"

É.
Tá batendo o desespero.

Um dia desses minha mãe disse que eu não gosto do meu curso.
Eu disse:
- Pelo contrário! Gosto tanto que não sei se vou ganhar dinheiro com isso. Encaro como hobby.

Mas nem é tão assim, pra falar a verdade.
No início eu realmente era apaixonada por ele. Mas o tempo passou e hoje eu apenas gosto.
A universidade ajudou a paixão esfriar.

Já tive 3 estágios, todos tiveram um pouco da área que realmente estou.
E eles serviram pra eu pensar e concluir um grande ponto fraco meu: Eu enjoo das coisas.

Eu enjoo de tudo.
Sou uma enjoada!

Não passei mais de 6 meses em nenhum estágio.
veja alguns motivos aqui

Não consigo ficar tanto tempo fazendo a mesma coisa. Até consigo, mas reclamo.
Não gosto de ser mandada. E odeio quando alguém chega comigo pra fazer uma coisa e diz: Tem que fazer assim e assim. É simples e fácil. (Sendo que não é.)
Meu antigo chefe falou isso pra mim e eu respondi:
E tu sabes fazer?

Eu nem pensei. Só saiu.

Não me vejo numa profissão normal. Até que me vejo designer.
Só não tenho saco pra fazer a mesma coisa todo dia.
Pra ser mandada, mandada, mandada e trabalhar o mês todo pra alguém, sendo que em um dia dou mais lucro do que o salário que receberei no fim do mês.

Eu quero fazer algo diferente.
Quero inovar.
Quero ter algo MEU.
Quero fazer as coisas por prazer...

Mas Como?
(Volte ao início)

11 comentários:

  1. È doido, escolher o que fazer com a vida aos 16 anos não é fácil.

    Eu te vejo como designer, como dona de alguma coisa.. Não sei se é porque te acho bem competente, não sei..

    Eu te disse pra se inscrever no BBB! xD

    ResponderExcluir
  2. Olha Talita que bom que reflete sobre isso, que busca algo, pq estagnar é um horrivel

    ResponderExcluir
  3. hummm

    Eu penso em fazer algum curso que de muita grana assim logo de cara. Para poder sustentar o design em minha vida...por que se depender só dele, sejamos sinceros, vamos continuar marmanjos na casa dos pais.

    Arquitetura da mais futuro em Belém do que Design...mas ainda dá menos do que uns e outros cursos por aí.
    Também tenho visto o design como hobby, por isso quero fazer algo mais acadêmico como projeto de pesquisa ou extensão.

    Se essa visão não mudar, e eu não seguir a carreira acadêmica eu me mato!

    kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. É... imagino o que você sente.
    Sinto isso sobre o meu futuro e sobre o que sentirei quando estiver próxima do que você está passando. (Que confuso.)

    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. caraca....deve ser uma doidera mesmo... mas a vida é assim, feita de escolhas... e cada dia é uma nova oportunidade de recomeçar... seja algo diferente ou recomeçar aquilo que q ja se faz... cair na monotonia é cruel..mas tmb parece ser inevitável... e na minha opniao...seja hobby ou profissão, vc é UMA OTIMA DESIGNER, sempre disse isso né... mas a escolha é sua

    ResponderExcluir
  6. aah sei lá tbm como vc vai conseguir
    kkkkkkkk
    só sei q curti seu blog
    suas idéias suas exposições textuais..
    parabens
    espero retornr mais vezes aki.
    e siga seu caminho.
    e tente sempre achar o melhor deles.

    aproveitando pra desejar um bom fds..
    feliz dia do apontador em forma de ursinho cheiroso
    e abraçoooo...

    www.bocadekabide.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. vim conhecer teu blog, e gostei daqui,
    Maurizio

    ResponderExcluir
  8. é sempre bom fazer-mos o que gostamos,porém, por vezes o que gostamos nem sempre nos parece realmente util para o "outro"...
    existe aqueles que querem ter dinheiro seja de que forma for, outros desejam obter o dinheiro através do esforço e realização pessoal. porquê esta diferença? pois nem toda a gente gosta de "vida fácil" e deseja dar o seu contributo á comunidade e pertencer aquele grupo que faz o mundo andar e evoluir, para quando chegar "á sua hora" sentir-se como uma pessoa que fez algo pelo mundo que o aceitou e nao ser um "sanguessuga" que viveu com o esforço dos outros. resume-se tudo ao factor "utilidade", e quem tem utilidade não tem tédio, tédio esse que podesse manifestar nesse teu sentimento de vazio em relação a esse teu objectivo profissional, pois talvez nao acredites que essa arma (design) te poderá ajudar-te a defender dos obstáculos da vida da maneira que aches mais recompensadora.
    talvez seja por isso que sintas essas duvidas dentro de ti...
    mas quem sabe, é apenas uma opinião.

    ResponderExcluir
  9. aham. talvez seja isso mesmo =)

    valeu Karont!!!

    ResponderExcluir
  10. Vai parecer estupidez ou até "desinteresse" como uma determinada pessoa já me falou, mas a verdade toda é que eu não sei se existe vida após o curso de design! Pra vc ter uma idéia, tudo aquilo que a professora de empreendedorismo falou é verdade: eu pretendo depois do curso fazer um concurso público pra me empregar o mais rápido possível? Desinteresse: não! Sobrevivência, diria! Vc é nova, ainda pode fazer o que bem entender depois de design. Mas pra mim, as portas estão se fechando a cada dia! Portanto, minha fofa, não fique desesperada. A nossa lamúria é a de todos que fazem este bendito curso, mas veja bem, vc preferia fazer um curso que vai te dar muita grana ou um que vai te satisfazer como pessoa? Vejo as coisas assim, por isso estou firme e forte no design. Mas para tudo na vida tem um Plano B. Hahaha. Um abraço fofa!

    ResponderExcluir
  11. Na minha opinião a grande questão não é se existe vida após o curso: Pois tem gente se dando bem em Design e que saiu da UEPA.

    Nem se vc quer ou não ser mandada... Mesmo que você seja sua própria patroa ainda vai ter q pagar uma boa parte pro governo, e acatar muitas ordens dos seus clientes, que não vão querer te pagar por algo que seria investimento e não gasto.

    Eu acho q vc precisa se encontrar Talita, só isso... Escolha um caminho e siga em frente. Seja no Design, seja onde for... Não se preocupe se vc ainda não encontrou, eu sei que a sua vida está em boas mãos. Só não desanime e nunca deixe de procurar, tenha fé menina!! Acho que você é mais importante que as aves do céu e os lírios do campo, se é q vc me entende hehehe...

    Não importa o caminho que você ainda vai encontrar desde q vc já tenha encontrado "O Caminho". \o/

    ResponderExcluir

Leu? Já fez o mais difícil! Agora comenta, vai! =)