oi =}

"Não cobiço nem disputo os teus olhos, não estou sequer à espera que me deixes ver através dos teus olhos, nem sei tão pouco se quero ver o que vêem e do modo como vêem os teus olhos. Nada do que possas ver me levará a ver e a pensar contigo se eu não for capaz de aprender a ver pelos meus olhos e a pensar comigo.
"
(Iniciação - Ademar Santos)

13 de abril de 2010

"O mundo ta ferrado por causa da Vovó Mafalda e do Bozo"

- Ah! Eu acho o amor tão triste, sabe? Sei lá... É como pedir pizza. Você pede a pizza, fica ansioso pra pizza chegar, a pizza chega, você come, se empanturra e vai ver televisão no sofá.

- É só isso, assim, que você tem a dizer?

- É. 

- Sabe que você nunca vai encontrar ninguém com tanta paciência para suas maluquices e para o seu desânimo, né?  Nem uma pizza tão saborosa quanto eu. Você sabe disso, né? Nem alguém que saiba subir uma escada de costas assim, com naturalidade.
 (...)
Sabe o que eu tava pensando? Que história de amor tem muito mais a ver com Mc Donald's do que com pizza. Pode rir. 
É que, sei lá, por mais que todo mundo fale muito mal de Mc Donald's, que mata, né? Que faz muito mal, muita gordura trans, etc e tal. Eu não consigo parar de comer lá, sabe? Eu tenho uma... compulsão assim que é muito esquisita, mas depois de um tempo eu me sinto bem.
Me sinto melhor, porque eu peço para mudar alguma coisa no sanduíche. Para, sei lá... tirar o picles, sabe?
Eu me sinto como se eu tivesse personalizando aquilo que é padronizado, sabe? 
E eu acho que com o amor é mais ou menos assim também. No sentido de que pode ser uma coisa banalizada, pode ser padronizada, pode ser igual pra todo mundo ou pode ser único, personalizado, só seu, sabe?
Acho que o nosso amor foi assim. Foi meio que só nosso, sabe? Foi tipo um número um, só que sem picles.

- Eu vou sentir saudade dessas nossas discussões bobas.

- Eu também, mas eu espero que eu tenha te convencido de que a Sony é melhor que a Nintendo.

- Ah tá!

- Ah, o que? Você ainda não se convenceu?
_________________________________________

- Eu fico imaginando como é que vai ser o nosso futuro.

- Eu não entendo essa mania que as pessoas têm de querer saber o que vai acontecer, sabe? Não sei. 
Pra mim, viver é mais... tipo jogar detetive. Você sabe que alguém vai morrer no final. Agora, se vai ser com uma faca no hall, com castiçal na sala de estar... 
Sabe, eu acho que é legal você ir descobrindo aos poucos, jogada a jogada, sabe? 
Sei lá... Explorando todo o tabuleiro.

Trechos do filme .Apenas o Fim.
Recomendo à todos! Veja o trailer!
("Watch on Youtube" por favor, pq a menor opção pra incorporar do Youtube ficou grande aqui no blog ¬¬°)

7 comentários:

  1. Legal, valeu pela dica Talita... amo seu blog!

    ResponderExcluir
  2. a foto do post não é minha não, a minha foto é do perfil... xeroooooooo e obg..... bjuxxx

    ResponderExcluir
  3. Analogia fantástica, foi seu melhor texto até agora que eu li.

    Amor 4letras várias teses

    ResponderExcluir
  4. Vim aqui por recomendação do @Galofero! :D

    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Mas o texto não é meu POW...

    HAUShAUsuHuasHuas

    ResponderExcluir

Leu? Já fez o mais difícil! Agora comenta, vai! =)